PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - domingo, agosto 25, 2019
Consulte nossos conteúdos
PUBLICIDADE
Hospital Cema é transferido para o bairro do Belém
Mais moderno e espaçoso, prédio conta com tecnologias como o sistema HeatRecover, que garante economia da energia elétrica para fornecer água quente

Notícia publicada em 8 de janeiro de 2019

Depois de 43 anos no bairro da Mooca, o Hospital CEMA começou 2019 de casa nova, na Rua Padre Adelino, 333, no Belém. Desde 2 de janeiro, os quase 350 médicos, enfermeiros, atendentes e 3 mil pacientes que todo dia se movimentam em busca de soluções para a saúde dos olhos, ouvidos, nariz e garganta pelo moderno prédio construído a partir de um projeto tecnológico (veja detalhes abaixo), planejado para oferecer mais conforto ao cliente e garantir  a humanização do atendimento.

Estrategicamente localizado a apenas 5 minutos a pé da Estação Belém do Metrô, com acesso facilitado por 60 linhas de ônibus, interligação com a CPTM e, em rua paralela à Av. Alcântara Machado, o novo prédio do Hospital CEMA representa uma história de sucesso que começou em um pequeno sobrado da Rua do Oratório, na Mooca. Ali, em 1975, o patriarca (Ângelo Aquino) e seus três filhos médicos, sendo dois oftalmologistas e um otorrinolaringologista (Guido, Antônio e Roberto) abriram uma clínica nas respectivas especialidades.

Hoje, quatro décadas depois, a marca CEMA virou sinônimo de excelência em diagnóstico e tratamento de doenças dos olhos, ouvidos, nariz e garganta, conhecido nas quatro regiões da cidade e municípios vizinhos, onde estão espalhadas suas 10 unidades ambulatoriais. Num projeto que antecipou a tendência dos shopping centers abrigarem serviços de saúde, o CEMA levou sua marca e expertise primeiro para Santana, depois para dentro dos shoppings, começando por Aricanduva, Interlagos, Tucuruvi, Eldorado, Itaquera, West Plaza, e já alcança cidades vizinhas, em São Bernardo do Campo e Guarulhos. As próximas serão inauguradas em 2019 nos shoppings Taboão, Pátio Paulista e Super Shopping Osasco. O plano prevê 20 unidades até 2020. 

Segundo Luiz Carlos Lazarini, Diretor-Executivo do Grupo INAL, o CEMA entendeu que, numa cidade caótica como São Paulo, a proximidade com o cliente fala mais alto. "Na medida em que os deslocamentos nas grandes cidades ficam cada vez mais caros e demorados, estar próximo dos clientes tornou-se um grande diferencial competitivo e mais segurança para os usuários", diz Lazarini.

Números robustos

Pelas áreas de atendimento do CEMA passam diariamente cerca de 4 mil pessoas. Com um corpo clínico de 300 médicos, o Hospital realiza 70 cirurgias/dia em média. Desde a sua fundação, o Hospital abriga um estruturado Pronto-Atendimento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, na cidade de São Paulo. Através de seu braço social, o Instituto CEMA, são realizadas por ano quase 500 mil consultas, 8 mil cirurgias de olhos, ouvidos, nariz e garganta, para pacientes da cidade de São Paulo, atendidos pelo SUS. Vale destacar que o Instituto CEMA permanecerá no mesmo endereço, na Mooca. 

O novo CEMA tem 24 mil m² de área construída e 7 andares. "O moderno projeto contempla todas as normas técnicas de construção, conceitos de sustentabilidade e relacionada à acessibilidade, fazendo da tecnologia uma aliada no uso racional dos recursos naturais", explica o engenheiro Marco Antonio Gouvêa Pedro, responsável pela obra. Um exemplo é o sistema HeatRecover, uma tecnologia que garante economia da energia elétrica utilizada para fornecer a água quente ao Hospital. Essa economia é obtida através do aproveitamento da energia cinética (oriunda dos motores que abastecem o sistema de ar-condicionado), transformada em energia elétrica. As lâmpadas de LED que iluminam todo o interior do edifício são 12 vezes mais eficientes e 90% mais econômicas. Os 6 elevadores funcionam em grupo, distribuindo as demandas automaticamente, para gerar economia. 

O novo prédio

Mas o foco principal foi o conforto para o paciente, a começar da localização com acesso facilitado. Para garantir a hospitalidade, desde a entrada, o novo Hospital CEMA fez uma recepção com pé-direito de 7,5 metros de altura, decorada com móveis em tom madeira e bege, luminárias com design artístico, paredes de vidro que integram as recepções do térreo ao 1º andar com entrada de luz natural, muitas floreiras e um vídeo wall com múltiplas telas de TV agrupadas, dando um toque dinâmico e moderno ao ambiente. A locomoção interna dos pacientes e acompanhantes é feita por meio de escadas rolantes, ligando os andares térreo, onde ficam a recepção, a lanchonete - da grife Dona Deôla - e o laboratório de análises clínicas ao 1º e 2º andares. 

O novo edifício do Hospital CEMA aumenta substancialmente a capacidade de atendimento atual, em número de consultórios (81), salas cirúrgicas (14), salas de exames (21), leitos (200) e até do auditório (70 pessoas), onde são ministradas conferências e aulas para os Residentes. Andar por andar, será assim a distribuição dos ambientes:

- Térreo - funcionamento do Pronto-Atendimento em Oftalmologia e Otorrinolaringologia no sistema 7x24, ou seja, todos os dias, 24 horas, nas duas especialidades e o laboratório Crya Medicina Diagnóstica.

- 1º andar - consultórios de Otorrinolaringologia e salas de exames

- 2º andar - consultórios de Oftalmologia e salas de exames 

- 3º andar - centro cirúrgico 

- 4º andar - área administrativa e conforto médico 

5º andar - hospital dia 

6º e 7º andares - internação 

Os 4 andares de subsolo serão usados pelas áreas de apoio / logística e de estacionamento, com 300 vagas.


COPYRIGHT © 2003-2019 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044