Entrevista traz os principais desafios do setor de impermeabilização no Brasil
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - segunda-feira, dezembro 17, 2018
Consulte nossos conteúdos
Entrevista traz os principais desafios do setor de impermeabilização no Brasil
Segundo Firmino Soares Siqueira Filho, vice-presidente técnico do IBI Brasil, formação técnica e normatização são fundamentais

Vice-presidente Técnico do Instituto Brasileiro de Impermeabilização (IBI)Firmino Soares Siqueira Filho destaca no bate-papo a seguir fala da importância de ações na área de formação e divulgação do projeto técnico para o mercado. Entre os destaques está a criação da Câmara de Consultores, pois visa a estabelecer uma coesão entre o setor mais fundamental na garantia de um bom desempenho.

Quais são os principais desafios na área técnica do IBI?
A diretoria eleita para o biênio 2018/2020 tem muitos desafios pela frente. Manter-se atualizado em uma área crítica da engenharia como esta, com tantas variáveis e que não admite erros, por si só já é um grande desafio. Mas o maior é conscientizar o mercado da importância da impermeabilização, das consequências das falhas, e ao mesmo tempo, fornecer material informativo, como normas, boletins, apostilas, cursos etc. Neste momento, a criação da Câmara de Consultores é o passo mais importante, pois visa a estabelecer uma coesão entre o setor mais fundamental na garantia de um bom desempenho.

Por que é importante o foco na redação e implementação de normas técnica neste setor?
O foco nas normas técnicas, como a NBR 9575 e 9574 e 9952, é o que trará maior respeito ao setor, pois de um lado orienta as obras e os limites do que deve ser feito, por outro, ao surgirem litígios, trará referências para os peritos e juízes ao emitirem seus laudos e suas sentenças.

O IBI deverá ampliar sua atuação na realização de seminários e workshops?
A intenção é incrementar a oferta de cursos, seminários e workshops. Nosso diretor-executivo está atuante nesta área. A demanda será levantada pelo diretor de desenvolvimento e marketing, oferecendo a dimensão e o que precisa ser feito para atender. Encontros regionais fora de São Paulo e seminários em instituições são metas ambiciosas e buscamos material humano entre nossos associados e apoiadores para que seja possível atender à demanda.

Como ampliar a formação e oferta de serviços na área de projetos de impermeabilização? 
A norma de desempenho é a principal alavanca. Além dela, os casos de insucessos levam à busca por projetos. Os aplicadores fabricantes já percebem hoje como os projetos ajudam a melhorar seus serviços e produtos de forma qualitativa e quantitativa. Mas o principal fator é a realidade de que a impermeabilização é a ciência da durabilidade da edificação, pois a água é o maior agente da deterioração. Isto, o consumidor está aprendendo e cobrando mais uma boa especificação para que seu concreto, seu piso, sua pintura, seu gesso, suas madeiras, sua parte elétrica e seus bens durem mais, e que seja mais saudável em seu ambiente.

Como pretendem promover uma maior aproximação com universidades e cursos técnicos? 
A aproximação com universidades acontece através de cursos, apoio aos Trabalhos de Conclusão de Curso e pós-graduações em todos os níveis. E trazendo estudantes para participar da vida do IBI. Só há um caminho, como claramente demonstrado em nosso último simpósio, que é premiando os bons estudantes e seus trabalhos.

De que maneira a entidade pode contribuir para o crescimento do mercado de impermeabilização? 
O IBI contribui com o diálogo entre profissionais do setor, levando ao mercado a confiabilidade nos trabalhos, aliados um projeto, materiais normatizados, ensaios, consultoria e profissionais bem informados. Isto amplia de uma forma sensível a demanda. O diálogo interno do setor é a melhor fonte de trocas e de harmonização, e isto gera crescimento por reduzir conflitos.

Pode falar mais sobre as suas ações frente à área técnica? 
A criação da biblioteca com um acervo mais completo sobre o setor da impermeabilização é importante, assim como a Câmara de Consultores. A revisão da Norma Técnica, em um trabalho permanente de novas e de revisões, aproximação com o Instituto de Consultores dos EUA e a identificação de áreas que apresentam mais problemas para abordá-las sob o prisma de conceitos de engenharia, para que os estudos e soluções tenham respostas totalmente seguras, dentro do estado da arte. Para isto, o trabalho dos associados na realização de reuniões e estudos tem sido de uma dedicação e disponibilidade extraordinárias e os resultados surgindo o tempo todo. A formação de novas equipes e manutenção da atual... Estas são as principais ações a serem implementadas.
O desafio permanente é fazer com que nossa linguagem, cada vez mais, seja com base em conceitos de engenharia que sejam mais claros para os usuários. Preços e custos se formarão sobre a ciência e a técnica, e não no balcão de leilões.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044