Energia própria
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - domingo, setembro 23, 2018
Consulte nossos conteúdos
Energia própria
L'Oréal Brasil inaugura segundo maior sistema de painéis solares do Rio em seu Centro de Pesquisa & Inovação

A L'Oréal Brasil inaugurou em seu Centro de Pesquisa & Inovação no Rio a 2ª maior usina de painéis solares em geração de energia do estado, com 390 kWp, atrás apenas do sistema do AquaRio. Esse é o primeiro site da L'Oréal no país a usar o sistema solar como fonte de energia. A meta é instalar um sistema de painéis solares de dimensões maiores na fábrica de São Paulo, até meados de 2019.

O investimento em geração própria de energia faz parte do compromisso de sustentabilidade do Grupo, Sharing Beauty With All, que busca transformar a cadeia de valor em busca de um impacto positivo. O programa tem dois focos principais: Mudanças Climáticas e Protagonismo Social.

"O programa de sustentabilidade estabeleceu metas ambiciosas para reduzir a pegada ambiental e está transformando os modelos de geração de energia ao redor do mundo. No Brasil, a L'Oréal já reduziu em 71% as emissões de CO² em seu processo produtivo, através de iniciativas como o uso de etanol nas caldeiras das fábricas e 100% de eletricidade verde. A meta é tornar a L´Oréal Brasil uma operação carbono neutro até 2020. O uso da energia eólica solar vem para acelerar esse objetivo", afirma Jean-Philippe Wavelet, diretor técnico de Operações da L´Oréal Brasil.

O painel solar é um grande projeto de inovação sustentável para o Rio de Janeiro. Escolhemos a energia solar porque é abundante no Brasil e é a que gera menor impacto ao meio ambiente. A produção não gera emissão de carbono e nem resíduos em sua operação", destacou Gerald Vincent, Diretor de Propriedades e EHS da L'Oréal Brasil.

Unidades da L'Oréal Brasil terão 100% energia elétrica renovável em 2018

Com 2.400 m2 de extensão, os painéis solares do Centro de Pesquisa & Inovação têm um impacto equivalente a 26 mil árvores plantadas e evitarão a emissão de mais de mil toneladas de CO2 na atmosfera no período de 25 anos, tempo de vida útil das placas. O novo sistema gerará 40 mil kWh por mês, o que representa o consumo mensal de aproximadamente 270 casas, e será responsável por 20% de toda a energia utilizada no campus, inaugurado em 2017.

O projeto teve uma viabilidade de execução rápida, já que foram necessários apenas 26 dias de trabalho para instalação das 1200 placas solares. O funcionamento, segundo Gerald Vincent, também é simples: "O sol irradia os painéis, as placas absorvem a irradiação solar e geram uma corrente. Por último, essa corrente é transformada em energia elétrica de corrente alternada que abastece diretamente o sistema de ar condicionado do prédio".

Até então, a distribuição de energia no Centro de Pesquisa era feita 100% pela companhia energética municipal. O planejamento é que até o fim de 2018, os 80% restantes de consumo sejam derivados de energia renovável por meio de uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH). Nas demais unidades, a previsão também é que 100% da eletricidade seja renovável até o fim deste ano. Em 2017, a companhia alcançou 100% de eletricidade verde - energia produzida a partir de recursos renováveis - nas fábricas e centros de distribuições e espera-se evitar, nestas unidades, a emissão indireta de pelo menos 2 mil toneladas de CO2 em 2018.

Centro de Pesquisa e Inovação da L'Oréal se destaca por projetos sustentáveis

Além do novo sistema de painéis solares, o Centro de Pesquisa & Inovação já se destaca por outras iniciativas sustentáveis. Em 2017, a unidade recebeu o prêmio internacional Green Solution Awards, durante a Conferência Mundial do Clima (COP 23), pelo projeto Jardim Filtrante - um sistema que trata águas pluviais e os efluentes industriais e sanitários de forma natural e reutiliza os líquidos para irrigação e reuso nos banheiros. O prédio também foi projetado de acordo com os requisitos da certificação internacional LEED Gold, tem iluminação majoritariamente LED e a fachada de vidro permite maior utilização de luz natural. Por último, toda a produção nos laboratórios tem zero envio de resíduos para Aterro Sanitário. "Com todas as iniciativas, a L'Oréal Brasil reforça o seu compromisso com o Rio de Janeiro por meio de infraestrutura e projetos sociais que impactam a cidade", finaliza Jean-Philippe Wavelet.  

Fotos: Divulgação L'Oréal Brasil


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044