Aeroporto silencioso e outros itens de bastidores do BH Airport
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - quarta-feira, outubro 17, 2018
Consulte nossos conteúdos
Aeroporto silencioso e outros itens de bastidores do BH Airport
Entrevista especial com Carlos Cesar Amaral de Freitas e Rafael de Melo Laranjeira, gestores de Manutenção e Operações, respectivamente

Reconhecido entre os quatro aeroportos mais pontuais do mundo, segundo a consultoria britânica OAG, o BH Airport é o principal terminal aeroportuário de Minas Gerais e recebeu nos últimos três anos e meio investimentos de quase R$ 1 bilhão na ampliação e modernização de toda a infraestrutura, capacitando-se para atender pelos próximos anos toda a demanda da Região Metropolitana de BH e do Estado.

Infraestrutura do aeroporto em números:

- Capacidade para 22 milhões de passageiros por ano;

- 132 mil m² de área, sendo 52 mil m² do novo terminal;

- 26 pontes de embarque, sendo três exclusivas para operações internacionais;

- 17 canais de inspeção para passageiros (raio-X);

- 9 esteiras de restituição de bagagens;

- 3 conjuntos de esteiras rolantes;

- 27 elevadores e 14 escadas rolantes;

- 4.625 vagas de estacionamento;

- 44 posições para aeronaves;

- Nova área para embarque e desembarque internacional;

- Novas opções de alimentação, lojas e serviços.

A INFRA conversou com Carlos Cesar Amaral de Freitas (Gestor de Manutenção) e Rafael de Melo Laranjeira (Gestor de Operações) e traz a importância da área de Operações e Infraestrutura para o sucesso do negócio principal. Confira!

Carlos Cesar Amaral de Freitas

A estrutura organizacional da concessionária BH Airport é composta pelas diretorias: Comercial, Administrativa Financeira, Operações e Infraestrutura. A revista INFRA destaca a importância da área de Operações e Infraestrutura que, em sintonia com as demais áreas, contribui para que a concessionária alcance resultados expressivos, principalmente no atendimento aos usuários do aeroporto com qualidade e segurança.

A diretoria de Operações responde pelas áreas de Operação Aeroportuária, Terminal de Cargas, Segurança e Limpeza. Já Infraestrutura é responsável por Manutenção, Projetos, Obras e TI.

Como está composta sua área e quais são os principais serviços prestados no aeroporto?

A área de Manutenção responde à diretoria de Infraestrutura da BH Airport e está dividida em cinco coordenações que incluem Elétrica, Eletrônica, Eletromecânica, Engenharia de Manutenção e Engenharia Civil. O efetivo total é de 190 pessoas, sendo 70 colaboradores próprios e 120 terceirizados. Temos como principal "cliente interno" a área de Operações, responsável por aproximadamente 85% dos chamados abertos, seguido pela Infraestrutura (7%), Comercial (5%) e Administrativa Financeira (3%).

Dentre os diversos serviços prestados pela área podemos destacar os de manutenção preventiva, corretiva e preditiva das edificações (terminal de passageiros, terminal de cargas), da rede de abastecimento de água e coleta de esgoto, do sistema de energia elétrica (normal e de emergência), dos ativos prediais (elevadores, escadas rolantes, esteiras de bagagem, ar condicionado), dos ativos que atendem a operação de aeronaves (pista de pouso, pátio de estacionamento, auxílios visuais, balizamento de pista, pontes de embarque, iluminação de pátios, energia 400 hz), das áreas verdes e jardins, das cercas operacionais e patrimoniais, de todo sistema viário, entre outros.

Exemplifique a importância da sua área e como ela pode impactar positivamente ou negativamente os serviços e a imagem do Aeroporto Internacional de BH.

A principal missão da área de Manutenção do Aeroporto é garantir a disponibilidade de seus ativos com a confiabilidade necessária e custos adequados, visando contribuir para que a empresa alcance o seu propósito.

O propósito da BH Airport é proporcionar aos passageiros, acompanhantes e visitantes a melhor experiência em serviços, bem como valorizar a cultura mineira e ser a melhor escolha das empresas aéreas, gerando um retorno sustentável. A jornada do serviço e experiência dos nossos usuários ocorre através de vários pontos de contato durante a sua passagem pelo aeroporto. Uma simples ida ao banheiro, por exemplo, pode se tornar uma experiência boa ou ruim, assim como a permanência na sala de embarque aguardando o voo. Entendemos que jardins bem cuidados, vias limpas, banheiros, escadas rolantes, esteiras de bagagem sempre disponíveis, ambientes com conforto térmico, dentre outros, são pontos de contato com a nossa infraestrutura que contribuem e são agregados à experiência dos usuários na sua jornada pelo aeroporto.

Nesse contexto, a infraestrutura é um dos meios para assegurar conforto e acolhimento adequado para esse usuário. A percepção dos nossos clientes, aliada à estrutura que lhes serve é um dos fatores que orientam os desdobramentos de nossas metas e o dimensionamento dos recursos de manutenção adequados.

Quais são os novos projetos em andamento?

A Manutenção está comprometida com a melhoria contínua de seus processos para redução de custos e prestação do melhor serviço, sempre alinhados à estratégia da concessionária. Para termos sucesso nesse desafio, adotamos várias iniciativas e temos projetos em andamento com foco na mitigação de desperdícios e no uso sustentável dos recursos, como o reaproveitamento de água da chuva e águas cinzas (águas utilizadas em chuveiros, lavatórios e pias), instalação de mictórios a seco, implantação de medidores de água on-line para coibir vazamentos, ampliação do sistema de supervisão remota dos principais ativos (BMS), além de vários estudos em andamento para aplicação de novas tecnologias voltadas à redução de falhas, maior agilidade nos atendimentos e melhoria da performance dos contratos contínuos.

Quais os principais desafios de sua área?

A gestão da manutenção em um aeroporto é uma das tarefas mais complexas a serem desenvolvidas. Além de se cumprir a regulação, considerada uma das mais rígidas, precisamos manter o foco, e adotar atitudes e ações proativas para atender às expectativas dos passageiros, acompanhantes, visitantes e demais segmentos de público do aeroporto. Assim, o nosso principal desafio é garantir a disponibilidade dos ativos críticos do aeroporto (pista de pouso, gerador de emergência, sistema elétrico, inspeção de bagagens, sistema de esteiras, por exemplo) com a gestão adequada dos recursos disponíveis (humanos, financeiros, materiais, entre outros).

Como trata o tema redução de custo x aumento da qualidade?

Embora pareça contraditório, acreditamos fortemente que o aumento da qualidade dos serviços prestados está associado à redução do custo de manutenção. A boa gestão da manutenção, em todos os aspectos, é o que permite a redução dos custos e melhoria da qualidade, por meio de diversas técnicas e práticas, como análise de falhas, melhoria contínua, eliminação de desperdícios, otimização de recursos, atendimento à legislação, gestão por indicadores, sempre alinhadas ao nosso propósito. Nesse sentido, buscamos sempre utilizar soluções de custo de manutenção e operação adequados e compatíveis, dentro do que recomenda a boa técnica de engenharia, sem descuidar dos princípios de segurança e conforto aos usuários. Essas são as métricas de avaliação da performance e de nossa estratégia de atuação.

Perguntas ao Gestor de Operações - Rafael de Melo Laranjeira

Rafael de Melo Laranjeira

Como está composta a sua área e quais são os principais serviços prestados no aeroporto?

A área de operações conta com pouco mais de 130 colaboradores que estão divididos em quatro áreas, o Airport Operations Center (APOC, ou centro de controle de operações), Terminal de Passageiros, Gestão da Performance e Sistema de Pátios e Pista. No APOC, realizamos a coordenação geral das operações do aeroporto. Nessa área ocorre o planejamento tático da alocação de recursos aeroportuários, por meio da centralização das informações e o acompanhamento da performance operacional. A equipe do APOC conta tanto com colaboradores da BH Airport como com representantes das empresas aéreas e outras áreas que possuem grande interação com as operações do Aeroporto.

No Terminal de Passageiros, nossa equipe é responsável pelo atendimento e suporte aos usuários do aeroporto, além de interagir com todos os demais parceiros que atuam no saguão e nas salas de embarque e desembarque (empresas aéreas, prestadores de serviços e cessionários), sempre buscando a melhor experiência dos passageiros, acompanhantes e visitantes.

Na gestão da Performance, realizamos toda a estruturação dos nossos indicadores, apuração e acompanhamento de resultados e metas. Esta é a área que apoia diretamente o gestor e os coordenadores na busca pela melhoria contínua dos serviços e resultados.

Por fim, existe, ainda, a responsabilidade de zelar pela eficiência da segurança das operações por meio do atendimento às aeronaves e monitoramento das obras e intervenções na infraestrutura do Sistema de Pátios e Pista do aeroporto. Esta área interage diretamente com empresas aéreas e suas contratadas durante a realização dos serviços de solo (limpeza de aeronaves, manuseio de bagagens e cargas, além da movimentação de equipamentos).

Exemplifique a importância da sua área e de como ela pode impactar positiva ou negativamente nos serviços e imagem do Aeroporto Internacional de BH.

Nossa área está em contato direto com os usuários e empresas que atuam no aeroporto, ou seja, estamos na linha de frente e representamos a BH Airport em todas estas interações. Vale ressaltar que em aeroportos, a experiência dos passageiros contempla diversas etapas. Algumas têm contato direto com colaboradores da BH Airport, mas outras não. Por isso, o nosso desafio é procurar oferecer a melhor experiência, em conjunto com todos os stakeholders.

Entre os nossos principais parceiros está a equipe de... Continuar lendo.

Foto: Divulgação


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044