Como reduzir pela metade o tempo de inatividade dos elevadores
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - domingo, agosto 19, 2018
Consulte nossos conteúdos
Como reduzir pela metade o tempo de inatividade dos elevadores
Com a tecnologia MAX, é possível resolver um problema antes mesmo de o cliente detectar ou perceber uma falha no equipamento

Apresentação da tecnologia MAX pelos executivos da thyssenkrupp e Microsoft, em São Paulo

O Brasil experimentará uma grande mudança na mobilidade urbana com o MAX, solução de manutenção preditiva para elevadores, que acaba de ser lançada no país pela thyssenkrupp, especialista mundial em desenvolvimento tecnológico para mobilidade urbana. Baseada em soluções de inteligência artificial e Internet das Coisas (IoT) da plataforma de nuvem Microsoft Azure, o MAX pode reduzir o tempo de inatividade do elevador pela metade, aumentando significativamente a disponibilidade dos equipamentos e a eficiência de transporte nas grandes cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro. O serviço também amplia as alternativas e a comunicação com os técnicos de manutenção, a partir do uso do HoloLens, dispositivo de realidade mista da Microsoft.

Hoje, 50 unidades piloto equipadas com MAX já estão em funcionamento no Brasil, atuando de forma preditiva. Os dados enviados para a nuvem da Microsoft são analisados a partir de um algoritmo exclusivo, resultando em diagnósticos precisos capazes de prever falhas com antecedência, permitindo que os técnicos da thyssenkrupp possam atuar nos equipamentos antes mesmo da ocorrência de problemas relevantes, evitando que o elevador fique fora de operação.

Segundo Sérgio Cardoso, vice-presidente Mundial de Operações da thyssenkrupp Elevator, hoje a empresa possui mais de 24 mil técnicos na área de serviços para auxiliar o cliente no dia a dia do trabalho. Então esse profissional é considerado o CEO da empresa, pois é em função do seu desempenho que o cliente decide continuar com a prestação de serviço da empresa ou não.

"Por isso, para valorizar os nossos profissionais, realizamos uma mudança cultural dentro da empresa em parceria com a Microsoft, através da inteligência artificial e da Internet das Coisas (IoT), e levamos o empoderamento para as pessoas, para melhor entrega do serviço ao cliente", informa o especialista.

Através da manutenção preditiva, o técnico recebe no celular quando determinado elevador estiver com problema, quais os caminhos para resolver a situação, e se houver troca de peças, por exemplo, será informado quais peças precisará ter com ele para realizar a manutenção, atuando de modo efetivo, evitando avaria, possibilitando que o usuário tenha o elevador sempre disponível.

A thyssenkrupp possui mais de 120 mil elevadores já conectados com o sistema nos EUA, Alemanha, Espanha e Coreia do Sul. Agora expande as aplicações do MAX para o Brasil e, em breve, para os demais países da América Latina. O Brasil é o 6º maior mercado do mundo para o segmento de elevadores com 400 mil unidades instaladas. A thyssenkrupp espera conectar 28 mil elevadores no Brasil com o lançamento do MAX.

Além da redução do tempo de inatividade dos elevadores (que pode ser de até 50%, segundo a empresa), com o MAX as intervenções técnicas são também mais rápidas. Em alguns casos, é possível resolver um problema antes mesmo de o cliente detectar ou perceber uma falha no elevador.

A jornalista da Revista INFRA, Larissa Gregorutti, experimenta a tecnologia MAX

"A thyssenkrupp é um exemplo de transformação digital ao desenvolver um serviço inovador para seus clientes, utilizando a inteligência artificial a partir da análise preditiva de sua grande base de dados, além de otimizar suas operações de manutenção de elevadores de forma inovadora utilizando Hololens", afirma Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil.

Entre os edifícios icônicos cujos elevadores já estão conectados à nuvem por meio do MAX, está o One World Trade Center, em Nova York, EUA. O prédio possui elevadores que se deslocam do térreo ao 102o andar em apenas 60 segundos, e drives regenerativos que convertem a energia produzida quando os elevadores desaceleram e que pode ser usada para reduzir significativamente o consumo de energia elétrica do edifício. Agora equipada com as tecnologias MAX e HoloLens, a torre está estabelecendo novos padrões de sustentabilidade e de eficiência energética.

Recentemente, após disponibilizar os serviços do MAX para escadas rolantes, a thyssenkrupp firmou contratos para a instalação da tecnologia em 30 unidades no Aeroporto de Hamburgo, na Alemanha, e em 137 escadas rolantes no Metrô de Valencia, na Espanha, que transporta mais de 62 milhões de passageiros/ano.

Realidade virtual e mista

Em combinação com MAX, a thyssenkrupp está incorporando constantemente em suas operações de campo o uso do HoloLens, dispositivo de realidade mista da Microsoft, que oferece um novo olhar aos técnicos de manutenção da empresa, otimizando o modo como se preparam e executam a manutenção.

No ambiente virtual é possível acessar o histórico do elevador, visualizar imagens em 3D das peças para facilitar a visualização e identificação do problema e consultar, por meio de uma chamada de vídeo, um engenheiro da empresa que remotamente poderá auxiliá-lo de qualquer outro lugar, com acesso às mesmas imagens que o técnico tem do local onde está executando a manutenção. O resultado é uma economia significativa de tempo e melhor atendimento ao cliente.

Clique aqui para conferir os vídeos MAX e HoloLens.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044