Uma nova Sanofi
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - segunda-feira, agosto 20, 2018
Consulte nossos conteúdos
Uma nova Sanofi
Escritório-sede da farmacêutica em SP é exemplo de local de trabalho mais dinâmico, flexível e sustentável. Índice de felicidade dos colaboradores subiu 37 pontos percentuais

Uma das maiores empresas farmacêuticas do mundo, a Sanofi mudou seu endereço em São Paulo para um novo escritório em que a sustentabilidade foi um dos principais alicerces. Como resultado, as novas instalações receberam recentemente a certificação LEED Platinum for Commercial Interiors (CI), que avalia o desempenho ambiental de um edifício durante seu ciclo de vida, da construção até os detalhes finais. Para conquistar a certificação, a Sanofi obteve 83 pontos de 110 pontos possíveis, seguindo critérios como melhoria da qualidade do ar e uso racional de energia.

Sob o comando do escritório Athié Wohnrath (que também assina a arquitetura de interiores), a construção deste novo espaço de trabalho é toda sustentável, desde a concepção do edifício onde está instalado até em benefícios proporcionados no dia a dia de trabalho, com soluções a fim de minimizar seu custo operacional e seu impacto ambiental. O objetivo foi ressaltar o compromisso e preocupação da Sanofi com a sustentabilidade, além de conquistar a certificação LEED Platinum, que atesta a implementação e desenvolvimento de espaços com baixo impacto ambiental, e que promovam a saúde e o bem-estar dos funcionários.

O novo escritório incorpora o conceito Empowering Life, presente na assinatura corporativa da Sanofi, que reflete o propósito da companhia de ser parceira na jornada de saúde das pessoas, em todos os momentos da vida. "Todo o processo de mudança para nossa nova sede foi apoiado no empoderamento, no respeito à diversidade e nas necessidades dos colaboradores. Criamos um processo em que todos puderam contribuir, opinar e participar das decisões relativas à nossa nova casa", explica Marcia Goraieb, diretora de Comunicação e Responsabilidade Corporativa da Sanofi.

O projeto, com gestão imobiliária da JLL, resultou em um espaço de trabalho ainda melhor, seguindo altos padrões ambientais. Alguns fatores relevantes sobre a sustentabilidade no novo escritório da Sanofi são:

Escolha do local: O projeto é sustentável desde a escolha do edifício, que tem certificação LEED Gold (um nível abaixo do atingido pelo escritório da Sanofi) e conta com soluções que minimizam o impacto ambiental.

Transporte Coletivo: A localização é próxima à estação de trem (450 m) e a pontos de ônibus, de modo a incentivar ainda mais a utilização de transporte público. A escolha do novo local considerou, ainda, a região de moradia da maioria dos colaboradores.

Uso racional de água: Redução de 40% no consumo de água devido3 a dispositivos sanitários de baixo consumo, como descarga a vácuo, torneiras com vazão controlada e água reutilizada em bacias e mictórios.

Baixo consumo de energia: Redução do consumo de energia em 30%com iluminação 100% em LED e sensores de presença e luminosidade em áreas densamente ocupadas.

Bem-estar dos colaboradores: O layout que segue a biofilia (com mais plantas e iluminação natural) aumenta em cerca de 15% a sensação de bem-estar e em 15% a criatividade dos ocupantes.1

Qualidade do Ar e Meio Ambiente: A qualidade do ar interno reduz entre 0,8% e 1,3% o custo com a saúde e absenteísmo dos trabalhadores, além de trazer aumento de produtividade de 3 a 18%2. O sistema de ar condicionado VRF (Variable Refrigerator Flow) do novo escritório possibilita a setorização e climatização de ambientes, proporcionando maior conforto aos funcionários.

Resíduos: 82% dos materiais da obra foram destinados para reciclagem e 18% para o aterro sanitário.

Outras curiosidades relativas à relocalização da sede:

* A Sanofi realizou uma pesquisa com os colaboradores para identificar fatores importantes para eles em relação ao local de trabalho.

* Os colaboradores participaram do processo de escolha do mobiliário, iluminação e decoração do escritório garantindo que o novo ambiente tivesse a cara deles e atendesse às suas necessidades.

* A Sanofi elegeu 40 embaixadores da mudança em toda a companhia e organizou reuniões quinzenais para trazer soluções e tirar dúvidas sobre a casa nova. O suporte foi fundamental para a mudança de mindset e quebra de paradigmas.

* A Sanofi promoveu a dinâmica de lugares livres (free seating) para que os colaboradores vivenciassem na prática a nova forma de trabalho mais dinâmica e flexível.

* A mudança física também foi acompanhada de uma mudança cultural, apoiada pelo conceito Empowering Life, que reflete o propósito da companhia de empoderamento das pessoas dentro e fora da Sanofi estimulando os profissionais a serem dinâmicos, flexíveis, ágeis, inovadores e digitais, adaptando-se constantemente aos desafios.

* O novo escritório traz um ambiente de trabalho mais aberto e cooperativo, que contribui para fortalecer uma cultura voltada a cooperação, flexibilidade e trabalho em equipe.

* Em pesquisa que a Sanofi fez com os colaboradores após a mudança de escritório para saber o que mudou na percepção sobre o ambiente de trabalho, 91% dos funcionários se mostraram satisfeitos após a mudança. Antes, o número de satisfação era de 54%, um aumento de 37 pontos percentuais.

* Quanto ao ambiente e o layout, 72% dos colaboradores se mostrou favorável em contraponto a 17% identificados em pesquisa anterior. As mudanças na estrutura de trabalho com estações flexíveis, espaços de colaboração, de concentração e de privacidade, agradou 68% dos funcionários da companhia, ante a 22% em comparação à estrutura anterior.

* 65% responderam positivamente ao sistema de mesas livres, sem lugares fixos, que permite uma dinâmica grande entre os times, gerando maior interação e colaboração entre os funcionários. No modelo tradicional anterior, 24% havia respondido positivamente.

____________________________________________________________________________

[1] Os dados são de estudo realizado pela consultoria Human Spaces em 2015 com 7,6 mil trabalhadores de 16 países, incluindo o Brasil. A sensação de bem estar inclui respostas de três escalas diferentes de sentimento: feliz, inspirado e entusiástico.

[2] Carnegie Mellon, 2004 in Health, Welbeing and Productivity in Offices, 2014.

[3] Em relação ao baseline da Certificação LEED.

[4] Em relação à ASHRAE 90.1 de 2007.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044