Voc�� sabe qual o n��vel de rad��nio em sua casa ou escrit��rio?
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - domingo, maio 20, 2018
Consulte nossos conteúdos
Você sabe qual o nível de radônio em sua casa ou escritório?
Estamos em janeiro, mês de conscientização sobre os riscos associados ao gás. Confira o artigo da Conforlab de olho em mais segurança

O radônio é um gás radioativo, insípido, inodoro e incolor totalmente imperceptível ao ser humano que apresenta grande impacto na qualidade do ar em ambientes internos. Apesar de imperceptível ao ser humano, o radônio apresenta um grande perigo. Trata-se de um elemento com elevado potencial carcinogênico, responsável por centenas de milhares de mortes todos os anos em todo o mundo. Não há maneiras de tratar o ar contaminado com radônio e a maior arma que temos para o combate deste inimigo letal é o conhecimento. Para difusão deste conhecimento, a Conforlab, referência nacional na análise de radônio em ambientes confinados, elaborou este artigo com as principais curiosidades referentes ao tema. Quem assina o material é o Coordenador Robson Petroni.

O radônio é um problema de saúde pública em todo o mundo. Porque ele é tão nocivo à saúde?

O risco associado ao radônio é devido à radioatividade deste elemento. Quando em níveis muito elevados o radônio causa efeitos irreversíveis à saúde, muito severos que ocasionam falência múltipla de órgãos e consequentemente a morte. Não bastasse os riscos relacionados à exposição aguda (exposição por um curto período de tempo em ambientes com uma concentração muito elevada), o radônio tem um agravante. Por ser um gás inerte ele adentra em nosso corpo sem ser detectado por qualquer sistema de defesa do organismo. Ao ocorrer o evento de decaimento radioativo ele emite uma partícula muito energética capaz de alterar ou danificar o DNA da célula. Com o passar dos anos estes eventos causam tumores, mutações e morte celular. Esse é o grande risco do radônio. Uma exposição por um longo período de tempo, ainda que em níveis relativamente baixos.

Todo problema tem uma origem. De onde vem o radônio em minha residência?

A principal fonte de radônio é - acredite se quiser - o próprio solo sobre o qual o imóvel foi construído. Inúmeros fatores contribuem para que ocorra a "concentração" de radônio em ambientes confinados (como nossas casas e escritórios), mas o mais significativo é correlacionado com a engenharia, projeto e até mesmo com os materiais empregados na construção de um imóvel. Ao emanar do solo e encontrar um local confinado, o radônio se "concentra" contaminando o ambiente, tornando-se um fator de risco muito grande para a saúde de todos os ocupantes, especialmente as crianças e fumantes.

Se o radônio advém principalmente do solo sobre o qual minha residência foi construída, e se meus vizinhos já fizeram o teste para medição de radônio, obtivendo resultados satisfatórios, significa que minha casa é segura?

Cada residência é projetada em uma planta diferente (com diferentes materiais, idades, estrutura, diâmetro, condições de conservação e limpeza etc.) e essas diferenças podem ser significativas para a "acumulação" de radônio no ambiente interior. Mesmo dentro de uma única residência, diferentes ambientes podem ter grande variação da concentração de radônio. Historicamente, ambientes com taxa de renovação de ar insuficiente e que permanecem boa parte do tempo fechados possuem maior concentração de radônio quando comparados aqueles que permanecem boa parte do tempo abertos (com grande circulação e/ou renovação de ar).

Como saber se minha casa ou escritório tem radônio?

Todos os ambientes confinados possuem radônio. A única dúvida é o quanto há de radônio no ambiente. E só há um jeito de obter essa resposta. Através da análise de radônio em diferentes ambientes do imóvel. Padrões internacionais estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde e USEPA estabelecem que a concentração de radônio em um ambiente confinado deve ser inferior a 4 pCi/L. Ambientes com níveis de radônio acima 4 pCi/L de tornam-se potencialmente perigosos à saúde e quanto maior a concentração de radônio maior o risco a que os ocupantes estão expostos. Estes ambientes devem ser "tratados" para minimização da concentração até níveis aceitáveis. Ainda de acordo com a USEPA, ambientes com mais de 8 pCi/L de radônio devem ser evitados a todo custo, especialmente se este ambiente for sua própria casa ou escritório.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2018 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044