Projeto Platina 220 recebe selo internacional de sustentabilidade
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - segunda-feira, dezembro 18, 2017
Consulte nossos conteúdos
Projeto Platina 220 recebe selo internacional de sustentabilidade
Empreendimento é um dos primeiros do novo Polo Urbanístico da Região Leste de São Paulo, o Eixo Platina, e será de uso misto

Um dos mais novos empreendimentos da Porte Engenharia e Urbanismo, dentro do futuro Polo Urbanístico da Região Leste da capital paulista, o Eixo Platina, o Platina 220 acaba de receber, na fase de projeto, a certificação internacional de sustentabilidade AQUA-HQE, da Fundação Vanzolini. O selo de origem francesa avalia a alta qualidade ambiental de empreendimentos da construção civil por meio de auditorias presenciais e independentes.

O Platina 220, situado na rua Bonsucesso, 220, é um empreendimento de uso misto e vai comportar lajes corporativas, salas para escritórios e consultórios, apartamentos residenciais, quartos de hotel e lojas. O processo de certificação, aplicado às lajes corporativas, foi feito em diferentes fases (pré-projeto, projeto, execução. Os aspectos decididos no momento da concepção do projeto são determinantes no  impacto do empreendimento no ambiente, no entorno e ao longo dos anos.

"Estamos muito contentes com a certificação do projeto do Platina 220, um dos primeiros empreendimentos do Eixo Platina, e já nasce com o conceito sustentável", disse Felipe Cecara, Coordenador de Engenharia da Qualidade da Porte Engenharia e Urbanismo, ressaltando que a contribuição do polo urbanístico será ainda maior ao permitir que cada vez mais pessoas morem e trabalhem na mesma região de São Paulo.

Na fase preliminar do processo de certificação do empreendimento foram analisados 14 itens para a elaboração do Perfil de Qualidade Ambiental e a classificação foi "muito bom". Só para dar uma ideia, a análise leva em conta a relação do edifício com o entorno, o quanto o canteiro de obras será responsável, com cuidados para evitar a contaminação do solo, por exemplo, gestão da água e dos resíduos. No caso da água, o Platina 220 apresentou, na visão dos certificadores, gestão correta das águas pluviais, com área permeável como manda a legislação e sem sobrecarregar o sistema público de drenagem. E ainda conta com medidas para a redução do consumo de água potável, com economizadores e sistema de reuso.

Para Manuel Carlos Reis Martins, Coordenador-executivo da certificação AQUA-HQE, a Porte demonstra na prática o seu compromisso com a qualidade de vida dos usuários do empreendimento e com o elevado desempenho ambiental da sua construção e uso.

Além disso, no que diz respeito à eficiência energética, a Porte Engenharia e Urbanismo vai instalar sistemas de refrigeração e transporte vertical (elevadores) de alta eficiência energética. A economia prevista é de 96.141 kWh/ano, cerca de R$ 22.112,43 por ano, valores calculados com base no preço da concessionária em São Paulo. Serão usados, por exemplo, aparelhos de ar condicionado do tipo VRF (tecnologia inverter) e elevadores com sistema regenerativo (que reaproveita parte da energia cinética gerada pela própria movimentação do elevador).

Segundo Luiz Henrique Ferreira, Diretor da Inovatech Engenharia, consultoria de sustentabilidade do empreendimento, "a Porte Engenharia tem uma preocupação genuína com os impactos ambientais dos empreendimentos e torna claro, junto com a certificação AQUA-HQE, os reais benefícios dessas iniciativas para a sociedade e clientes".

A certificação AQUA-HQE é um dos principais modelos de avaliação ambiental das construções no mundo e líder no Brasil com 454 edificações, mais de 8 milhões de m² de área construída e 48.000 unidades habitacionais avaliadas.

Saiba mais sobre o Platina 220

O projeto do Platina 220 é do escritório Königsberger Vannucchi Arquitetura e inclui fachadas ativas, com lojas no térreo para dar ainda mais comodidade e segurança aos futuros condôminos, hóspedes e visitantes. Ao todo, são mais de 57 mil m2 de área construída ao lado da estação de metrô Tatuapé e Shopping Metrô Tatuapé.

Na parte residencial, os apartamentos terão de 35 a 57 m2 e serão entregues no Padrão Porte de acabamento. Todos com ar condicionado instalado, piso em porcelanato colocado e painel com controle de iluminação. Será possível também contar com junções que resultarão em unidades de 70 m2 ou mais. Em termos de infraestrutura para os moradores, o Platina 220 vai oferecer piscinas, academia, lavanderia e espaço de convivência/festas.

Na área de hotelaria, com entrada independente, o Platina 220 vai oferecer unidades de 19 a 49 m2, mobiliados e decorados pelo escritório Triptyque. Os hóspedes vão desfrutar ainda de piscina com raia de 25 metros, piscina infantil, solário, academia e restaurante.

Em relação à área comercial, o Platina 220 vai contar com unidades de 26 a 49 m2 com terraço e infraestrutura para instalação de ar condicionado, também com diversas possibilidades de junções. Já as lajes corporativas contam com opções de 250m2 para a ocupação de meia laje e 500m2 para a ocupação do andar inteiro. Cada um dos usos terá hall de entrada e elevadores exclusivos, e mais toda a estrutura necessária para um edifício deste porte, com salas de espera no térreo, catracas para controle de acesso e muito mais.   

O Eixo Platina

Idealizado pela Porte Engenharia e Urbanismo, o Eixo Platina foi criado a partir de um novo conceito de transformação urbanística e contará com diversos empreendimentos, ocupando uma faixa paralela à avenida Radial Leste. A ideia é garantir a autossustentabilidade da região, fortalecendo o crescimento do Tatuapé como a grande força comercial da Região Leste e garantindo maior qualidade de vida a seus moradores.

Para isso, os empreendimentos terão diversos tipos de uso, visando atender às necessidades da região, como lajes corporativas, salas comerciais, apartamentos residenciais, hotéis, lojas e espaços destinados para entretenimento, educação e saúde, por exemplo. Somente os projetos já aprovados representam 195 mil metros quadrados de área privativa, além dos outros projetos que estão em fase de desenvolvimento.

O Tatuapé foi escolhido devido ao alto potencial da região, com fortes taxas de crescimento da população e do perfil de consumo, e escassez de serviços e soluções. A região tem diversos cases de sucesso, tais como o Shopping Anália Franco, o Hospital São Luiz Anália Franco, o restaurante Coco Bambu, entre outros. O novo polo econômico, cujos empreendimentos já lançados estão quase que totalmente vendidos, deve se consolidar até 2023 e resultará na geração de pelo menos 25 mil postos de trabalho qualificado. A proposta do Eixo Platina é ajudar a atender estas necessidades e fomentar o desenvolvimento econômico da Região Leste, permitindo que mais pessoas morem e trabalhem na região com maior qualidade de vida.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2017 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044