Selo Procel chega às lâmpadas LED
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - quarta-feira, abril 24, 2019
Consulte nossos conteúdos
Selo Procel chega às lâmpadas LED
Economia no consumo de energia pode superar 80%

O Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) acaba de incorporar as lâmpadas LED ao portfólio do Selo Procel. Em relação às lâmpadas fluorescentes compactas, as lâmpadas LED com Selo Procel podem apresentar um consumo energético 35% menor. Se comparadas às lâmpadas incandescentes, a economia no consumo de energia pode superar os 80%, com durabilidade 25 vezes maior.

“Estima-se que, ao substituir uma lâmpada incandescente de 60W por uma lâmpada LED que produza a mesma quantidade de luz, o consumidor tenha a oportunidade de obter uma economia na conta de luz de aproximadamente R$ 36,00 por ano, considerando um uso diário de 4 horas”, destacou o gerente da Divisão de Estudos e Equipamentos Eficientes da Eletrobras, Rafael David. Outra vantagem das lâmpadas LED é o fato de serem livres de mercúrio e, consequentemente, serem de fácil descarte.

Para receberem o Selo Procel, as lâmpadas LED (sigla em inglês para Light Emitting Diode) deverão atender a critérios específicos de segurança, qualidade e desempenho, como uma vida mínima de 25.000 horas e alto fator de potência. Outros requisitos são a eficiência mínima de 80lm/W (unidade de medida lúmen por Watt) e IRC 80 (Índice de Reprodução de Cores). A utilização do LED na iluminação já é uma realidade mundial. A evolução contínua da tecnologia possibilita a diminuição gradual dos custos de produção e aumento nas vendas em diversas aplicações. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux), o mercado brasileiro dos produtos de LED cresce mais de 30% ao ano.

Esta já é a 38ª categoria de equipamentos que recebe o Selo Procel. Coordenado pelo Ministério de Minas e Energia e executado pela Eletrobras, o Selo Procel tem por finalidade ser uma ferramenta simples e eficaz para informar o consumidor sobre quais são os equipamentos e eletrodomésticos mais eficientes à disposição no mercado, além de incentivar o desenvolvimento e aprimoramento tecnológico desses produtos. A nova categoria é fruto de um longo processo que envolveu os principais agentes do setor, entre eles, laboratórios de ensaios, especialistas, fabricantes, importadores, distribuidoras de energia elétrica e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Para obter o Selo Procel, o fornecedor deverá comprovar que o seu equipamento atende a todos os requisitos estabelecidos pelo Procel. Para isso, as lâmpadas devem ser submetidas a ensaios em um dos laboratórios indicados pelo programa: Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Eletrobras Cepel); Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP); Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec); Laboratório de Luminotécnica da UFF (LabLux); Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Labelo/PUCRS); Testtech Laboratórios de Avaliação da Conformidade Ltda. (Testtech); TOP LAB - Laboratório de Luminotécnica; TÜV Rheinland do Brasil.

Os critérios específicos para concessão do Selo Procel para lâmpadas LED, assim como a tabela com os produtos participantes podem ser acessados no Portal Procel Info.


PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2019 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044