BIM a revolução no projeto de ar condicionado
PUBLICIDADE
Portal Revista Infra - quarta-feira, outubro 18, 2017
Consulte nossos conteúdos
BIM a revolução no projeto de ar-condicionado
Cerca de 300 profissionais participaram do XIV Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores

Entre os dias 09 e 10 de outubro aconteceu o XIV Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores que teve como o tema "Certificação LEED v4 e BIM". O evento foi realizado pelo Departamento Nacional de Empresas Projetistas e Consultores (DNPC) da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), com o objetivo proporcionar atualização técnica, troca de experiência e confraternização. O evento contou com o apoio da ASHRAE e Universidade de Brasília/LaAR. Profissionais renomados estiveram á frente das palestras. Cerca de 300 pessoas passaram pelo Encontro, entre eles representantes do CREA-DF, ASBRAV, ANPRAC, engenheiros, técnicos, projetistas, profissionais da área de prestação de serviços, clientes e acadêmicos da UNB. O Encontro aconteceu no Auditório da Universidade de Brasília - DF.

Segundo o Engº Ricardo Gibrail, presidente do DNPC, "O tema BIM, foco do evento, assunto atual de intenso frenesi em todo o segmento da Arquitetura e Engenharia no Brasil, atraiu bem o público. Contatei pessoalmente a maioria das Autarquias Federais e Estaduais. Nosso objetivo além de trocar informações entre projetistas e instaladores, era também de dar maior conhecimento ao cliente final com a intenção de se valorizar o trabalho de projeto, instalação e manutenção. Nós entendemos que quanto mais nossos clientes tenham conhecimento do grau de dificuldade em se obter um bom projeto, melhor será o reconhecimento e remuneração".

Foram dois dias de evento, com destaque para as palestras do professor Dr. Eduardo Toledo Santos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo que explanou sobre "Bim e o projeto HVAC", também responsável pelo comitê de criação da norma BIM no Brasil, e o coronel Luke com "As iniciativas do Governo Federal para a implantação do BIM no Brasil" levando em conta toda a cadeia produtiva e o ciclo de vida da construção. O Cel. Luke é um dos responsáveis pela implantação do BIM em diversos órgãos do Governo Federal.

O evento foi conduzido pelo Engº Carlos Trombini a convite do DNPC. Ainda durante o Encontro, o Eng.º George Raulino foi homenageado em reconhecimento aos seus 43 anos dedicados aos setores de refrigeração, ar condicionado, ventilação e aquecimento.

Na programação do primeiro dia o Leed v4 ganhou destaque na mesa redonda, pois os argumentos apresentados pelos palestrantes e participantes estão contemplados na nova versão, entre elas, a relação entre eficiência energética e o conforto térmico, questões relacionadas à filtragem de ar externo e a integração de todas as disciplinas envolvidas na construção (em especial do ar condicionado), desde o início em um empreendimento. Outro ponto discutido foi à qualidade do ar interno e a relação aos requisitos com a saúde, chamando atenção para o custo benefício do investimento por parte do empreendimento e a produtividade de um colaborador de uma empresa.

Ficou o alerta para a responsabilidade do profissional projetista e consultores de sistemas de ar condicionado que se posicionem diante de clientes que solicitam procedimentos fora dos padrões normativos, atingindo diretamente os usuários destes sistemas, assim como o desperdício de energia, entre outros.

No segundo dia de Encontro foram realizadas oito palestras e ao final a mesa redonda que teve foco no BIM e no Leed v4.

Ricardo Gibrail e Arnaldo Basile

BIM e o projeto HVAC

Na palestra o Prof. Eduardo da USP foi reforçado que o BIM é uma tendência irreversível e o projetista de sistemas de climatização tem um papel muito importante neste processo. O tema é inovador, porém a adesão dos profissionais desta área ao BIM ainda é pequena. Foi importante trazer esse tema ao encontro para aumentar a implantação do BIM entre os profissionais de HVAC.

Eduardo discorreu sobre os porquês de o BIM ser importante para o profissional, cliente, assim como seus desafios e oportunidades. Definiu BIM como o processo de criação, uso e atualização de um modelo digital de informação de uma construção, que pode ser usado por todos os envolvidos no empreendimento para diversas finalidades durante todo o ciclo de vida da construção.

Falou sobre as vantagens do projeto HVAC em BIM quando usado pelo agente do processo pode-se esperar: aumento de produtividade do projeto; diminuição de tempo do processo do projeto; aumento da qualidade do projeto; e coordenação em 3D. Para o cliente os benefícios são: redução de riscos, melhor estimativa e controle do orçamento; e redução nos custos de operação e manutenção.

Mesa redonda sobre BIM

Na visão do professor Eduardo o BIM veio para ficar! Hoje, entre os "iniciados", ninguém questiona o futuro do BIM, é o presente de muitos hoje e será, como o CAD já foi o futuro de todos. Quantos mais cedo as empresas iniciarem o processo, mais cedo conseguirão adaptar-se e aproveitar seus benefícios.

Uma das conclusões foi que com a implantação do BIM os projetos tendem a ter um tempo mais curto em seu desenvolvimento, pois diante de tantos recursos os processos do projeto serão mais rápidos. Umas das comparações feitas foi entre os projetos 2D e 3D, em projetos 2D se gasta muito tempo com revisão e documentação, e por serem várias partes do projeto se uma parte ficar sem revisão e começam os problemas. No 3D quando é ajustado um dos arquivos que é a base, todos os outros arquivos são corrigidos, economizando tempo e minimizando erros.

Sobre a utilização do BIM, ficou certo que no início de seu uso a produtividade pode cair, mas logo se restabelecerá. Pode-se comprovar que com a aplicação do BIM o tempo pode ser reduzido em até 30%, e principalmente em questões de custos.

Durante o seminário o Eng. Miguel Ferreirós anunciou que antes do término deste ano será implantada uma "plataforma de compartilhamento" que será utilizada pelos associados do DNPC para permitir que os escritórios de engenharia consigam atender a demanda de projetos baseados em BIM, que mais e mais são requeridos pelo mercado. Nesta plataforma os projetistas terão disponibilizados os objetos modelados em uma biblioteca organizada de forma dedicada para o nosso setor. Trata-se de um canal de comunicação direta dos fabricantes de equipamentos e componentes com os projetistas da ABRAVA.

Para Miguel, o objeto modelado deverá atender aos interesses do DNPC. O principal requisito deve ser a leveza da arte gráfica e dos parâmetros contidos no objeto, de forma a não tornar os projetos excessivamente ricos em informações com consequentes problemas de lentidão no processamento de dados, inviabilizando a sua execução. Este é um assunto que está em pauta no DNPC, pois temos de adequar a nossa biblioteca às etapas de projeto (conceitual, básico, de detalhamento, etc.) e também os orçamentos de projeto terão de ser adequados. Esta ferramenta também permitirá a comunicação entre os associados do DNPC, pois teremos um fórum para troca de informações e tira-dúvidas. Este projeto do DNPC será feito obedecendo a normas brasileiras e internacionais específicas de projetos baseados em BIM.

As palestras apresentadas no Encontro estarão disponíveis para download no portal da Abrava no link http://www.abrava.com.br/projetistas-e-consultores.

PUBLICIDADE

LÍDERES DE AUDIÊNCIA

Conteúdos que historicamente tiveram um grande número de visualizações. Confira abaixo alguns deles.

EDITORIAS DE MERCADO

Os conteúdos líderes de audiência que foram publicados em nossas revistas impressas ao longo da história da revista

CONGRESSO INFRA

Acesse o site de eventos e saiba mais sobre os próximos encontros da Revista Infra em todo o Brasil.

INFRA IMAGENS

Acesse o Infra Imagens - Nosso canal de imagens no Flickr com fotos dos nossos mais recentes eventos em todo o Brasil.
COPYRIGHT © 2003-2017 TALEN EDITORA
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Avenida jabaquara, 99 3. andar - Cj. 35 - Mirandópolis
Cep 04045-000 São Paulo/SP - Tel. 11 5582.3044