Uso do canal de denúncias cresce 52,6% nas empresas brasileiras

Análise revela aumento sobre a camada de líderes das empresas, qualificação dos relatos e engajamento de fornecedores

Com dez anos de atuação no mercado, a operação de canal de denúncias da ICTS Outsourcing, empresa de serviços contínuos para a gestão de riscos, ética e compliance nas organizações, já recebeu e tratou mais de 170 mil relatos, distribuídos em 229 empresas.

A análise da evolução anual do registro dessas denúncias indica que fatos como a eclosão da operação Lava Jato e a promulgação da Lei Anticorrupção, bem como a maior atenção dada em nossa sociedade sobre a exposição de situações de assédio moral e sexual, vêm impulsionando o uso desse instrumento dentro do ambiente corporativo.

Segundo o levantamento da ICTS Outsourcing, entre 2014 e 2017 o número de denúncias aumentou em 52,6%, considerando-se uma amostra de 50 empresas que utilizam o canal há quatro anos. Neste grupo de empresas foram coletados 17.572 relatos durante o biênio 2014 e 2015, enquanto que entre 2016 e 2017 o volume de denúncias registrados foi de 26.524 relatos(1).

A pesquisa sinaliza também outros indicadores que demonstram o amadurecimento das empresas, seus colaboradores e outros públicos no uso efetivo do canal de denúncias como um instrumento de fortalecimento do ambiente ético e transparência nas relações internas e externas das organizações. Um exemplo é a redução no tempo em que as empresas levam para apuração das denúncias recebidas, que caiu 43,6% nos últimos cinco anos, atingindo em 2017 um patamar médio de 36 dias.

Outro indicador interessante é o incremento de 12,1% no volume de denúncias sobre a camada de líderes das empresas entre 2014 e 2017, demonstrando o crescimento da confiança dos denunciantes, em sua maioria colaboradores, ou seja, 86,2% do total, sobre a segurança no uso do canal e seus resultados práticos.

Além dos próprios funcionários, fornecedores e clientes vêm também fazendo maior uso dos canais... continuar lendo.